A Investigação

Como se faz e qual a investigação realizada neste local

Os sistemas do Sul do Mediterrâneo são pouco representados na rede ILTER, e nenhum, dentro destes pré-existentesm representava o ecossistema do montado.

Nas diferentes estações são recolhidos: 

  • dados meteorológicos;
  • fluxos de CO2 e H2O;
  • respiração do solo e o seu conteúdo de água;
  • cobertura vegetal e alterações do uso do solo; 
  • crescimento e saúde de sobreiros singulares;
  • produção de bolota (e outros frutos);
  • diversidade de fauna e flora;
  • Índice de Integridade Biótica; 
  • outros.

A investigação LTER nestes locais foca-se na melhoria da compreensão das consequências a longo prazo das práticas de uso do solo e opções de gestão e como interagem estes impactos com outros fatores ambientais e socio económicos.

Estas interações são estudadas desde escalas locais (e.g. intensificação agrícola, pressão pecuária) a escalas globais (e.g. alterações climáticas, desertificação).

SPECO - Sociedade Portuguesa de Ecologia
(+351) 217 500 439
specopt
Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa
Edifício C4, 1º Piso, Sala 4.1.10
1749-016 Lisboa
Siga-nos nas redes sociais
Compete 2020
Portugal 2020
Uni\ao Europeia
Fundação para a Ciência e a Tecnologia
Norte 2020
Centro 2020
Lisboa 2020
Porbiota
PORBIOTA - POCI-01-0145-FEDER-022127, Co-financiado pelo POCI (COMPETE 2020) através do Portugal 2020 e do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER)